quarta-feira, 30 de julho de 2008

Seis coisas que Deus odeia e uma coisa que Ele abomina...

Estudo Bíblico de 29 de Julho de 2008 – Pastor Sérgio Fernandes

Estas seis coisas o SENHOR odeia, e a sétima a sua alma abomina: Olhos altivos, língua mentirosa, mãos que derramam sangue inocente; o coração que maquina pensamentos perversos, pés que se apressam a correr para o mal, A testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre irmãos. Pv 6.16-19

Introdução


Pela graça de Deus, estivemos estudando a pessoa de Deus Pai por todo o mês de Julho, e sei o quanto fomos edificados com a Palavra do Senhor. Para concluir esta série de ensinos, tive a intenção no coração de compartilhar com a Igreja do Senhor um estudo prático a respeito de nossa atitude pessoal diante do Criador, uma vez que já aprofundamos nosso conhecimento sobre Ele.

O cristianismo é uma religião ética! Não podemos apenas servir a Deus racionalmente, e não termos postura de servos dEle. Jamais o Pai pode receber alguém que voluntariamente vive em contradição com seus ensinamentos. Devemos a cada dia pedir a graça de Deus para vencermos o pecado e nossos maus hábitos, e viver plenamente a vida santa que Ele espera de Seus filhos. Pensando nisso, reservei para este estudo um trecho bíblico muito conhecido de Provérbios, e acredito que Deus reserva bênçãos para quem decidir viver esse padrão. Vamos lá!

Entender a expressão “odiar” do estudo

Segundo o Hoauiss da Língua portuguesa, “ódio” pode ser entendido como aversão ou sentimento desprazeroso. Deus, em sua natureza, é amor (1 João 4.8). Entretanto, sendo Ele um Ser Pessoal, ele pode sentir-se ultrajado ou entristecido quando agimos de modo incoerente com o que Ele espere de nós. É por isso que é comum nós crentes dizermos que Deus ama o pecador, mas abomina o pecado. Deus continua te amando, mesmo se você se encontra numa dessas situações do estudo, entretanto, ele abomina sua atitude e você poderá ser alvo de ações corretivas de Deus, que como um Pai, disciplina seus filhos para que sejam pessoas melhores em Sua presença!


Deus odeia quando uma pessoa tem olhos altivos, vv. 17

O que significa ter olhos altivos? A altivez é um sentimento tipicamente humano, de uma pessoa sentir-se superior as outras, agindo com soberba, arrogância e presunção. Os olhos altivos aqui significam a mesma coisa que olhar alguém “de cima pra baixo”, desdenhando a pessoa, seja por sua simplicidade ou pela aparência física.

E por que razão Deus odeia olhos altivos? Ora, uma vez que o homem é um ser social, ele precisa interagir com outras pessoas. Quando nos inclinamos para a altivez, estamos afirmando que somos melhores e que nunca precisaremos de ajuda. Esse sentimento orgulhoso afasta de nós a nossa própria consciência de que precisamos da graça de Deus e, com isso, progressivamente nos afasta dEle. O orgulho afasta as pessoas; a umildade, entretanto, os une (Henri Lacordaire). A Bíblia afirma que Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes! Se você precisa da graça, é primordial abandonar os olhos altivos e toda presunção.

Deus odeia língua mentirosa

A mentira é uma das maiores armas que a humanidade usa para manter relacionamentos, simular soluções e escapar de responsabilidades. Ela nos sonda dia e noite. Chega diante de nós bela, adornada, prometendo paz e satisfação. Entretanto, esta “bela moça” é na verdade uma “velha imunda e assassina”. Ao nos prometer prazer, esquece de nos avisar que roubará nossa alma. Nos afastando do caráter de Deus, ela nos injeta o caráter do diabo, que é mentiroso e assassino desde o princípio.

Jesus afirmou ser a Verdade (João 14.6). Deus é verdadeiro. Por isso, Ele não suporta ver a mentira em meio ao seu povo. Uma das características mais notáveis da Igreja Cristã foi seu senso ético de sempre ser verdadeira. Uma pena que ultimamente esse sentimento tem se perdido.

Vamos ver alguns tipos comuns de mentira que podem afetar uma igreja? Por exemplo, o “fiquei sabendo”. Como podemos ter coragem de passar uma informação para frente, sem saber se é verdade? Posso estar incorrendo em mentira e destruindo uma família inteira. Irá Deus aprovar isso? Não é a toa que vemos muitas famílias sofrendo hoje. De tanto “ficar sabendo” e passando mentiras para frente, se tornaram alvo da justiça de Deus. Só o arrependimento genuíno pode livrá-las desse fardo.

Quando prometemos pagar uma conta e não damos satisfação para a pessoa se perdemos o dia do acerto, estamos mentindo também. O cristão deve dar satisfações sempre. Mark Twain disse que a diferença entre o gato e a mentira é a de que o gato tem apenas nove vidas! É verdade! O mentiroso sofre três vezes! Sofre ao mentir, sofre a vida toda para manter a mentira e sofre quando a verdade vem à tona. A Bíblia ensina que os mentirosos ficarão de fora do reino celestial. Que nós possamos nos apegar cada dia mais a verdade e com isso glorificarmos a Jesus.

Deus odeia mãos que derramam sangue inocente

A violência é um mal constante de nossa sociedade. Ela tem sido usada exaustivamente e tem causado danos inestimáveis. Nosso país está a beira do caos e da guerra civil, uma vez que a violência tem pressionado a população e balançado a ética e os bons costumes. Nem os bons conseguem ficar calados ante o mal. O que fazer?

Deus é bom, por caráter e natureza. Ele, portanto, não tolera a violência. Quando lemos no Antigo Testamento sobre Deus conduzir seu povo a fazer guerra contra as nações, vemos ali a justiça divina sendo aplicada sobre povos ímpios e violentos.

E, a violência muitas vezes chega na casa do Senhor. Tem pessoas que pensam ser donas da Igreja e querem impor sua vontade a todo custo. Às vezes com palavras duras, as vezes até com violência física. Que o Senhor mantenha Seu amor conosco e nos guarde de afrontarmos o Deus Todo Poderoso. Jesus, sendo ferido e golpeado, calou-se como ovelha e suportou a afronta dos pecadores. Nós devemos seguir suas pisaduras! Dar a outra face continua sendo ordem bíblica para aqueles que esperam o reino vindouro. Winston Churchill disse que “a mente humana capaz de criar a guerra, e a mesma que pode promover a paz”. Será que temos nos lembrado que Jesus ensinou seus discípulos a serem pacificadores (Mt 5.9)?

Deus odeia o coração que maquina caminhos perversos

Eu tenho um irmão em Cristo, muito amigo e muito brincalhão. Lembro-me por diversas vezes que ele usava uma expressão para mim, dizendo assim: “olha, quem fez isso maquinou o mal”. Ele queria dizer que a pessoa planejou por muito tempo sua atitude, que foi algo friamente pensado.

Uma das primeiras coisas que o evangelho deve promover no cristão é uma mudança na forma de pensar. Um desejo sincero por ser benigno invadirá o coração e as inclinações da pessoa. Se antes sua vida era marcada pelo mal, a partir da conversão o Espírito Santo passa a derramar nesse coração o amor de Deus. Uma profunda transformação ocorre!

Entretanto, algumas pessoas decidem lutar contra a própria natureza que Deus lhes presenteou quando aceitaram a Jesus. Seja tomada por vingança, ira ou pura maldade, usam sua mente “renovada” para traçar intentos maus e que não glorificam o nome do Senhor. Robert Bunton afirmava que onde Deus estabelecia um templo, o diabo estabelecia uma capela. Será que não temos, mesmo sendo crentes, freqüentado a capela do diabo, tolerando o mal em nosso coração? O mal é como uma mula: teimoso e estéril. Ele mantém o crente distante de Deus e impede sua frutificação!

Você deve ter a mente renovada em Cristo (Rm 12.2)! Se cultivar pensamentos maus, você passará a ter atitudes más. E sobre isso que falaremos no próximo item.

Deus odeia pés que se apressam a fazer o mal

O mal cultivado no coração e na mente se tornará em atitudes maldosas no dia a dia. Se você mantém inveja no coração, você se tornará amarga com a pessoa que está invejando. E assim por diante, num ciclo interminável de atitudes más.

Pés apressados em fazer o mal falam de pessoas que consideram a possibilidade de praticar uma maldade em todo o tempo. Elas sempre têm diante dos seus olhos o mal como uma opção. A Igreja de Cristo, em sua comissão, não deveria nem sequer considerar a possibilidade de praticar o mal.

Algumas pessoas afirmam que não tem sangue de barata. Meditando na Palavra de Deus, descobri que Jesus Cristo foi o primeiro homem com sangue de barata. A Bíblia afirma claramente que ele padeceu toda sua humilhação e injustiça, sem nem sequer pronunciar uma palavra maldosa. Ele não agiu com ira contra aqueles que feriram seu corpo. Os discípulos de Cristo, em sua boa parte, são de homens como o Seu Mestre: capazes de sofrerem calados, dando a outra face, aguardando com isso a real recompensa que vem da parte do Senhor!

Deus odeia a testemunha falsa que profere mentiras

Esta é uma das classes mais terríveis que existe. É o tipo de gente que gosta de falar do que não viu. Aqui incluo os fofoqueiros e os caluniadores. Todas as vezes que passamos pra frente uma informação, estamos testificando a veracidade dela, e se ela for mentirosa, estamos incorrendo em pecado de mentira.

Antes de passar algo pra frente, seria interessante fazermos algumas considerações: (1) gostaríamos que as pessoas dissessem o mesmo de nós? (2) essa informação trará algum mal se continuar sendo repassada? (3) o que me garante que a pessoa que me traz alguma informação não levará também algo a meu respeito?

Luiz Fernando Veríssimo afirmou que a “fofoca é a força mais destrutiva do universo”. Quase tenho que dar razão para o pensador. Por trás da fofoca há uma série de pecados: inveja, mentira, ódio, inimizade, amargura, ciúmes e outros. Que este veneno não nos contamine, nos excluindo da graça de Deus.

Deus abomina o que semeia contenda entre os irmãos

Terminando nosso estudo, a Bíblia afirma que Deus abomina o que semeia contendas entre os irmãos. Acho muito importante meditarmos nessa afirmação, e entendermos o peso dessas palavras que o Senhor deixou para nós em Sua Palavra.

Primeiramente, semear contenda e aquela atitude de falar ou fazer coisas que colocarão os irmãos um contra os outros. Deus não consegue tolerar essa atitude, pois Ele próprio revelou em Sua Palavra sua intenção de fazer da Igreja um símbolo de harmonia e de paz, sendo ela a Sua família aqui na Terra. A Igreja deve demonstrar a unidade cristã, para que o mundo creia no evangelho. Quando uma pessoa tenta desvirtuar essa unidade, ela está impedindo que pessoas creiam. Impedir a fé é impedir a salvação.

A igreja sofre muito por causa dessas situações. Se tivermos graça da parte de Deus e nos firmarmos para jamais romper a harmonia na casa do Pai, Ele por certo reservará as mais ricas bênçãos para nós.

Conclusão

Espero que com este estudo eu tenha conseguido injetar ânimo em vocês para batalharem pela harmonia na casa de Deus e por uma vida santificada diante do altar do Senhor. Que Deus vos abençoe!

4 comentários:

Anônimo disse...

Caro Sérgio,

Que o Senhor continue a lhe usar com a sabedoria que vem do alto.

De uma maneira simples, você muito bem abordou o perigo do "passar adiante" uma informação. Nunca tinha visto essa atitude como sendo uma forma de mentira. A partir de agora, por mais que eu tente não fazer isso - o que às vezes é difícil - vigiarei para não cair nessa armadilha maldosa que pode, realmente, destruir vidas.
Helen Carneiro - Campos dos Goytacazes-RJ.

Anônimo disse...

Pastor Sergio,


Este foi um dos melhores assuntos q já tive a oportunidade de ler...tomara q a igreja do Senhor,realmente posssa entender a grandiosidade de um estudo como este.
O senhor te abençoe sempre.
Jôsy Freire-Caruaru-PE

Silvana disse...

Oi Pastor, sou eu Silvana !!!
Gosto mto do Maná e este site da Igreja é maravilhoso!!!!!!!!! Este estudo sobre seis coisas que Deus odeia e uma que ele abomina foi simplesmente maravilhoso...
Que Deus continue te abençoando ricamente...
Vou imprimir e colocar no mural da igreja !!!!!!

Anônimo disse...

Pr. Sergio,

Que Deus possa abençoa o Senhor grandemente, pois, nunca tinha prestado atenção essa palavra, e continuando falando sobre passar uma informação a qual não temos certeza ser perigoso e maligno,que pode levar o ser humano para longe de Deus. que Deus possa despertar todos nos, para não cairmos nessa cilada que o diabo, tem infiltrado no meio do povo de Deus e que corronpe a mente.